18º. CONGRESSO DO TURISMO PAULISTA

Veja a programação e se inscreva clicando aqui

Seja um Associado
Newsletter Amitur
Inscreva-se e receba os informativos da AMITur
Salão São Paulo de Turismo
 
conteudo-brasil 
Banco de Imagens do Estado de São Paulo
Compartilhe
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas fotos para ampliá-las

NOTAS DO TURISMO PAULISTA publicadas entre 05 e 08 de julho de 2018

AddThis Social Bookmark Button

PICO DA BACIA

Pico da Bacia, Serra da Bocaina, Estado de São Paulo.Quem gosta de caminhar subindo montanhas entende melhor o que diz José Milton, da MW Trekking: -"Para se sentir unido com tudo o que nos rodeia", - diz ele - "A gente precisa ver o pôr do Sol do alto do Pico da Bacia, e, como brasas vivas jogadas ao chão, o Vale do Paraíba e a Via Dutra aos nossos pés!".
Os passeios guiados por ele com muita competência se repetem todos os fins de semana, cada um em trilha diferente e, às vezes três opções para o mesmo fim de semana.
Exemplos: "Cachoeira da Bocaina"; "Bocaina by Bike"; "Roteiro Clássico"; "Serra da Bocaina Aventura Especial"; "Trilha do Ouro"; "Centro Budista"; "Tranqüilidade na Montanha", etc. Viva essa emoção. Informações: (12) 9787-3269, Site: www.mwtrekking.com.br

PARQUE DAS ÁGUAS

Parque das Águas, na Estância Turística de Águas de Santa Bárbara.  Foto Henrique Branco.O Balneário da Estância Turística de Águas de Santa Bárbara, inaugurado em 1964, oferece água mineral, medicinal e, também, radioativa. É administrado por sua Prefeitura.
Localizado no centro de uma grande área verde, com trilha, rio e lagos ornamentais, o Parque das Águas oferece, além das águas medicinais, banhos de imersão, ofurô, sauna seca e à vapor, ducha escocesa, piscina interna com hidromassagem e piscina externa.
As propriedades medicinais de suas águas são cientificamente comprovadas.

ÀGUAS DE SANTA BÁRBARA

A Estância Turística de Águas de Santa Bárbara se fez presente no Salão São Paulo de Turismo.  Foto Alexandra Tahan.A cidade é oficialmente uma Estância Turística e está localizada a 298 km da capital (rodovia Castelo Branco). As fontes hídricas são conhecidas em todo o país e se tornaram uma referência na cura de várias doenças.
Entre as suas oito cachoeiras, destaca-se a Cachoeira do Capão Rico, com 37 metros de altura, e cujo nome vem da lenda de um índio que teria ali caído com um pote de outro.
Tem bons hotéis e a gastronomia é muito boa.
A sua prefeitura tem um setor de Turismo operoso e que está à sua disposição (14) 3765-1164.

DIVINOLÂNDIA

 Divinolândia mostrou seus atrativos no Salão São Paulo de Turismo.  Foto Alexandra Tahan.Uma de nossos municípios de interesse turístico, Divinópolis é uma das cidades mais altas do Estado de São Paulo.
O morro do Canela com 1.493m está a 11 km do centro da cidade. A cidade tem um clima ameno o ano todo e suas belas paisagens sempre agradam o visitante.
'Montain Bike' e 'Off Road' são atividades constantes em Divinolândia. No ano passado, o primeiro teve cerca de 180 jipes e gaiolas, e mais de 350 participantes que largaram rumo às suas trilhas radicais.
Diversos projetos turísticos foram montados por sua prefeitura e por seu excelente Conselho Municipal de Turismo. O município de interesse turístico de Divinolândia está à sua espera. Conheça Divinolândia.

PÃO DE QUEIJO DOCE

O estande de Divinolândia foi concorrido no Salão São Paulo de Turismo.  Foto Alexandra Tahan.Junto com a detentora da receita oficial (Da. Maria Aparecida Brandi Fornari), a prefeitura promoveu curso para padronizar, junto a todas padarias e supermercados da cidade, a receita do que agora é oficialmente o seu produto típico: Pão de Queijo Doce.
Tal produto, que já era comercializado normalmente, teve o merecido destaque quando foi decidido por seu Comtur que seria o produto típico de Divinolândia.
Um exemplo para outras cidades que tenham algo que também possa se tornar uma característica de sua respectiva cidade.

(Texto de Jarbas Favoretto, MTb 32.511 – julho/2018)

Desenvolvido por:
Site desenvolvido por A3 Internet, clique para ver nosso portfolioGuia comercial Circuito BR 116, ferramenta de desenvolvimento da região