AddThis Social Bookmark Button

VALE HISTÓRICO PAULISTA

Espaço Cultural, em Silveiras (SP). Foto Aniello de Vita.O Estado de São Paulo tem as suas 'Cidades Históricas Paulistas"
São meia dúzia de cidades que você precisa visitar e aproveitar.
A porta de entrada é a cidade de Silveiras, um lugar cheio de história e que chegou a ser o principal ponto de apoio para o Tropeirismo daquela região na época da "Trilha do Ouro".
Nas últimas décadas, iniciada com um movimento chamado "Silveirarte", ficou patente a valorização do seu patrimônio cultural.
O seu artesanato despontou com muita força e com a boa qualidade que atraiu o comércio importador de vários países.
Hoje, a cidade de Silveiras está preparada para voltar a receber turistas interessados em história, cultura, ecologia, religião, gastronomia, artes populares e turismo rural. Mais informações (12) 3106-4815

OS PASSEIOS NA REGIÃO

Casa do Artesão, em Areias (SP).  Foto Aniello de Vita.Dali mesmo, e já com a barriga cheia, você pode partir para vários passeios por Silveiras e pela Bocaina com fauna e flora para um safári fotográfico, por exemplo.
Você poderá ver o artesanato em madeira, couro, fibras, linhas, lãs, bambu e, sem dúvida, os doces das quituteiras, com destaque para deliciosos queijos artesanais.
Tem bons hotéis naquela região composta ainda pelas cidades de Bananal, Arapeí, Areias, São José do Barreiro e agências locais para conduzir os visitantes.
Vá conhecer as Cidades Históricas Paulistas. Melhor anda se você programar uma semana inteira por ali.

SÃO JOSÉ DO BARREIRO

Fazendo Pau d’Alho, em São José do Barreiro (SP).  Foto Ken Chu.São José do Barreiro foi criada como vila em 1859.
Era passagem de tropeiros, e no lugar havia atoleiro na época das chuvas e a tudo dificultava, gerando, por isso, a construção de vários ranchos e, com isso, fazendo surgir aos poucos o vilarejo.
Com a chegada do Café, na região foram construídas inúmeras fazendas e casarões com muito luxo e requinte até hoje apreciados.
A Fazenda Pau d'Alho hospedou o Imperador Pedro I e foi tombada como Patrimônio Histórico, hoje um marco da cidade.
As belezas naturais de São José do Barreiro lhe deram, em 1998, o título oficial de Estância Turística.

PORTAL DA BOCAINA

Parque Nacional Serra da Bocaina, em São José do Barreiro (SP). Hoje, a cidade de São José do Barreiro é o oficial Portal de entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina.
O seu ponto culminante é o Pico do Tira Chapéu, com 2.088.
Ali é, também, o paraíso do Trekking no Brasil.
Tem cachoeira de 200m e a Trilha do Ouro, naquela época usada para levar de Minas Gerais o ouro tirado do Brasil por Portugal.
Além dos ótimos passeios por antigas fazendas, a cidade oferece rampa natural e a prática de Voo Livre a 1.700m, mais mountain Bike, Off Road, cavalgadas entre outros. Visite.

ARTESANATO PAULISTA

Artesanato.  Foto: Blog Costa. Conforme sempre nos lembra o Prof. Renan Ribeiro de Novais, que foi eficiente Ouvidor da Sutaco: "- O nosso Estado de São Paulo apresenta uma rica variedade artesanal que reflete a miscigenação entre as culturas indígena, africana e dos colonizadores" – Em seguida ele acrescenta: "- E ainda é enriquecida pela contribuição das diferentes culturas dos povos que vieram para São Paulo".
O Vale do Paraíba, por exemplo, é uma dessas regiões significativas do Artesanato Paulista, em termos quantitativos e qualificativos.
É nessa região que vamos apreciar as figuras de barro modeladas e pintadas retratando cenas do cotidiano doméstico e rural.

(Texto de Jarbas Favoretto – MTb 32.511 – abril/2022)